Fazer exercicios em jejum queima musculos e preserva gorduras

A sabedoria do corpo humano não conhece limites. O mecanismo de controle da vida e sobrevivência é aquele que faz com que a espécie humana se adapte ao longo dos séculos de desenvolvimento.

Esse controle inclui a eficiência no gerenciamento da energia usada para produzir deslocamento, obter alimento, procriar e derrotar inimigos, tudo supervisionado por um cérebro privilegiado que garante funções vitais, intelectuais e cognitivas.

Economizar e armazenar energia torna-se crucial para a espécie. Substituir o estoque e substituir o tecido gasto (catabolismo) por um novo tecido (anabolismo) requer descanso (sono), que também consome energia.

Quando estamos acordados, a glicose é o combustível mais importante para realizar tarefas de sobrevivência. Sem ter se alimentado, o organismo em repouso prolongado irá recuperá-lo dos depósitos, tecido adiposo armazenado para essa ocasião, entre outros. O objetivo é manter um nível constante em todos os tecidos para as diversas funções desempenhadas.

Um cérebro devidamente abastecido com este combustível, analisando a imagem descrita, certamente adicionará 2 mais 2: se eu passar fome depois de acordar e me exercitar, vou queimar gordura e perder peso! Certo? Não!

O caso pode funcionar por um curto período de tempo: com o fornecimento reduzido de glicogênio por um longo tempo sem comer, as reservas de energia são ativadas, o tecido adiposo para repor, pois esta é a substância responsável por manter todas as funções do corpo humano.

Mas, e sempre temos um "mas", se você está pensando em consumir seus pneus ásperos rapidamente com esse truque, saiba que ele tem validade. Como tudo mais no funcionamento do corpo humano, o uso desta reserva nessas condições foi pensado para o descanso, o sono, as condições já mencionadas.

No início da atividade física de estômago vazio, após uma noite de sono e, com a lipólise em andamento para a produção de glicogênio e glicose, em algum momento haverá um entendimento normal e fisiológico difícil de encontrar. Comida. Nesse momento, as reservas de energia - gordura, serão salvas e músculos, proteínas, serão recrutados para o processo de produção de energia.

Veja, essa é uma boa maneira de parecer magro, isto é, ser um falso fraco. Prolongando o jejum e repetindo a atividade com a privação de alimentos energizantes, os depósitos de gordura serão preservados e os músculos consumidos. Você ficará mais magro, mas também flácido.

Outro fator a ser levado em consideração é o desconforto que o jejum traz. Tonturas, fraqueza, náuseas e vômitos podem ocorrer durante a atividade, sem mencionar o desempenho que tende a diminuir em um esforço para economizar energia.

O consumo forçado de proteína para produção de energia também tem sua desvantagem. Projetado para ser usado em uma emergência, prolongar seu uso pode sobrecarregar os rins e o fígado durante o processo metabólico de utilização dos músculos para exercitar e consumir energia.

Bem, o que devemos concluir de tudo isso? Novamente, não existe uma fórmula mágica para comer gorduras indesejadas. Tudo passa pelo bom senso e isso nos diz que uma alimentação balanceada com atividade física regular e programada é o melhor caminho.

Comentários (4)

*Estes comentários foram gerados por este site.

  • Louise Faht Freitas
    Louise Faht Freitas

    Produto de excelente qualidade.

  • lucialina w dutra
    lucialina w dutra

    Atendeu minhas expectativas.

  • joele ximenes
    joele ximenes

    custo beneficio top

  • Indaleta Salvadori Ludwig
    Indaleta Salvadori Ludwig

    Muito bom! Recomendo.

Deixe o seu comentário

Ótimo! Agradecemos você por dedicar parte do seu tempo para nos deixar um comentário.